Avesso Cannes 2000 “Internet afetará a indústria” Romain Hatchuel

Comentários

O Avesso CLÁSSICOS traz os bastidores do Festival de Cannes.

www.canneslions.com

Transcrição

Por favor, conte para eles como vai ser o Avesso-Cannes no Japão.

Basicamente é um programa onde introduzimos o Festival de Cannes. O repórter é um famoso copywriter japonês, chama-se Kundo Koyama. Ele vai entrevistando criadores famosos do mundo todo.

Ele é muito famoso em meu pais.

Apresentando seus comerciais, dizendo quem são. É mais ou menos isso.

Romain Hatchuel, Diretor Executivo – O Festival está em seu 47º ano. Tem 47 anos.

Roger Hatchuel, Presidente – Meu nome é Roger Hatcheul, sou o presidente do festival há 14 anos.

Marcelo Serpa, Presidente do júri Filme e Press&Pôster – Primeiro festival era em Veneza e Veneza ficou pequeno demais. O tamanho do festival, a quantidade de pessoas delegadas, foi usado a infra-estrutura do festival de cinema que é o Palais.

Venho para o Festival de Cinema, e fico para ver o Festival de Publicidade.

Romain Hatchuel, Diretor executivo Cannes Lions – Alternou entre Veneza e Cannes, e vem sendo realizado só em Cannes nos últimos 18 anos.

É maravilhoso, o tempo é lindo, a luz, brilhante. Adoraria filmar aqui.

Romain Hatchuel, Diretor executivo Cannes Lions – Temos cerca de 200 pessoas trabalhando.

Roger Hatchuel, Presidente – Todo ano, temos de inventar algo, detalhes novos. É o que torna o evento muito emocionante para nós, também.

Julian Newby, Editor – Este ano, temos 15% a mais de pesoas aqui em Cannes, e dá pra sentir isso.

Toda criatividade, todo mundo, você esta com pessoas de todos os países, que tem critérios diferentes dos seus.

Roger Hatchuel, Presidente – Como deixar todo mundo contente durante 10 dias

Acho muito natural que há muita crítica e reclamação. Você tem 98% das peças não ganharam, só 2% ganhou.

Uma sugestão? Mais banheiros? Mais banheiros.

Lode Schaeffer, Jurado filme – Holanda – Todo mundo tem uma opinião forte. Como construíram suas agencias sabem vender suas opiniões muito bem.

Queremos mais garotas. Queremos ver mulheres. Queremos ver seios no palco, em vez de bolas.

Lode Schaeffer, Jurado filme – Holanda – Ninguém vê TV pelos comercias. Querem ver os programas. Ninguém sai para ver outdoors. Eles estão no meio do caminho. Ninguém lê revistas pelos anúncios. Assim, somos totalmente supérfluos.

Sou diretor de arte

Diretor de arte? Sim.

Está gostando?
E muito. É muito inspirador para meu coração.

Estou quente!

É tudo uma festa, nas mesas onde há o prémio. Onde não há prêmio, não há festa.

Ser ou não ser, eis a questão

Tivemos nossa festa anteontem, em um iate. Fui a uma festa no Carlton. Estou ansiosa para o bailde de gala. Fui a festa do “media lions”. Formal demais.

Passama noite inteira bebendo e, de manhã, estão frescos.

Roger Hatchuel, Presidente – A festa deveria ser um complemento do trabalho

Lode Schaeffer, Jurado filme – Holanda – Uma semana 600% de publicidade. Quem não adora?

Armando Ferrentini, Diretor Propaganda e Marketing – A competição dos jornalista é terrível. Uma Guerra.

Roger Hatchuel, Presidente – O tema de 10 anos atrás: “Cannes, menos praia, mais tarbalho”.

Romain Hatchuel, Diretor executivo Cannes Lions – O aparecimento da internet como meio de massa realmente, o ano é esse. Temos um numero crescente de profissionais da Internet que vêm ao festival.

P.J., Diretor de criação – Brasil Cyber ganhou o que os Estados Unidos e a Inglaterra ganharam juntos, isso é um espetáculo.

Mauro Alencar, Agencia Click – Nós ganhamos o Grand Prix de Cyber Lions aqui em Cannes, com a peça Blynd que é um banner branco com pontinhos em braile que você faz um mouse over nele e aparece a frase Donat e córnea.

Sergio Chilvarguer, Diretor Geral – TBN – A gente está com uma equipe de duas pessoas, com câmera DV trabalhando na cidade inteira … Finalização, pessoal edita todo o vídeo lá, e eu conecto na internet . Eu passsei 1.7 mega de 6 megabytes, demora mais ou menos meia hora. Esse é o processo da transmissão, da matéria que foi feita em emnos de 24 horas, banda larga, tela cheia.

Fabio Costa, Diretor de mídia interativa – A gente acabou de chegar, a gente pegou um taxista muito gente boa, era um italiano, a gente trocou uma idéia com ele, deu uma gorjetinha e o cara veio a duzentos por hora em uma Mercedes, muito legal. A gente tava com 4 “shortlist” aí agora em Frankfurt a gente ligou pra agencia e lá eles falaram: A gente ganhou. Aí de Frankfurt a gente acabou de chegar aqui em Nice, pegamos um táxi e descemos aqui em Cannes.

Sergio Chilvarguer, Diretor Geral – TBN – Quando vier para a França, não esqueça de um adaptador da tomada quadradinha para a redonda, sem isso você não liga nada que você trouxe de eletrônico na tomada.

Sem isso o Brasil não fica sabendo de nada.

Redes Sociais
clomid

Newsletter

Seu conteúdo | Nossa distribuição