Bastidores “Pamonha” Neosaldina

Comentários

O Programa Avesso registra os Bastidores da campanha de Neosaldina, criada pela Santa Clara e produzida pela O2 Filmes.

www.neosaldina.com.br

Filme: Pamonha



Release

O Programa Avesso traz os bastidores da nova campanha de Neolsadina para 2013, com o slogan “Para vários tipos de dor de cabeça, o Brasil chama a Neosa”. Nas gravações, a marca trouxe de volta o personagem Paulo Pamonha, conhecido e querido pela audiência. e O Avesso esteve presente nas filmagens, que aconteceram na Granja Viana em São Paulo, e mostra os detalhes dos bastidores dessa campanha, criada pela Santa Clara e produzida pela O2 Filmes.

O objetivo da campanha era demonstrar para o consumidor que até para uma dor de cabeça pequena e insistente ele pode chamar a Neosa. As filmagens ocorreram em dois dias, no estúdio da O2. A equipe de pós produção foi responsável por pelos efeitos gráficos que transformaram o Paulo Pamonha em miniatura e por inserir vários ícones para demonstrar que a dor de cabeça pode aparecer sorrateiramente no seu dia a dia.

“A gente inovou em 2012 com o Paulo Pamonha, e esse ano Neosaldina ousou trazendo de volta esse ícone irreverente, só que de uma forma diferente, dando o tom de humor que a marca precisa”, disse em entrevista ao Avesso, Elio Dilburt, Gerente da Marca Neosaldina. Para as filmagens, além de vários figurinos, foram utilizados itens gigantes, como a Kombi da pamonha e uma caneta, justamente para dar a sensação de que o personagem encolheu.

Para a Diretora de Marketing OTC da Takeda, Laís Rosin, a intenção das campanhas de Neolsadina é trazer esse toque de humor, “Nós resgatamos o Paulo Pamonha porque foi um sucesso em 2012, o consumidor gostou muito”.

Transcrição
Elio Dilburt, Gerente de Marca Neosaldina – Takeda: A gente está aqui na Granja Viana, filmando a campanha de Neosaldina de 2013.

Renato Suzuki, Gerente de Grupo de Categoria – Takeda: É isso aí, Paulo Pamonha de novo, trazendo mais dor de cabeça para o povo.

Elio Dilburt, Gerente de Marca Neosaldina – Takeda: A assinatura da campanha de Neosaldina 2013 “Pra vários tipos de dor de cabeça, o Brasil chama a Neosa.

Renato Suzuki, Gerente de Grupo de Categoria – Takeda: E já que a gente já tem a nossa heroína Neosaldina para resolver essa dor de cabeça que o Paulo tanto causa nas pessoas.

Laís Rosin, Diretora de Marketing OTC– Takeda: Por que a gente resgatou o Paulo Pamonha? Porque foi um sucesso. O consumidor gostou muito e aí dentro do briefing de mostrar que se você tiver uma dor de cabeça pequenininha, você também pode usar a Neosaldina. Então a agência trouxe a ideia de trazer o Paulo Pamonha pequenininho.

Fernando Campos, Sócio-Diretor de Criação – Santa Clara: O processo de criação desse filme, ele foi muito divertido. E para gente o que foi mais legal, que apareceu mais emblemático, era essa situação, onde o Paulo sorrateiramente pode aparecer em qualquer lugar. Pequenininho, acossando você, no seu dia a dia.

Paulo de Melo, Ator: O Paulo Pamonha vem em miniatura, ele vem em miniatura e eu acho que ele vem mais frenético, mas é o mesmo Paulo Pamonha de antes.

Elio Dilburt, Gerente de Marca Neosaldina – Takeda: E a gente tem na verdade dois dias de filmagem, tem muitos ícones, muitos detalhes, é figurino, são ícones de Paulo Pamonha, são ícones pequenos, ícones grandes.

Renato Suzuki, Gerente de Grupo de Categoria – Takeda: Para continuar o sucesso da campanha de 2012, contamos de novo com a O2.

Luciano Moura, Diretor de Cena – O2 Filmes: Esse filme é um filme bem técnico, um filme em que a gente está fazendo em duas partes. A gente está fazendo agora aqui, a parte do personagem, o Paulo Pamonha, da Kombi e a gente já fez a primeira parte no lugar aonde vai a gente vai aplicar tudo isso.

Elio Dilburt, Gerente de Marca Neosaldina – Takeda: Uma grande novidade é a presença de ícones gigantes que vão contracenar com o Paulo Pamonha. Que vai dar aquele sensação, sabe de “Querida encolhi as crianças”.

Luciano Moura, Diretor de Cena – O2 Filmes: A questão toda é a escala e não é só a escala da pessoa, é a escala da lente, a escala da altura, a câmera que estava na altura do olho de uma pessoa, agora ela está a oito metros e por aí vai. Aqui a gente tem na verdade, dois objetos, um é uma caneta e Kombi também e a gente vai aplicar depois.

Laís Rosin, Diretora de Marketing – Takeda: A marca sempre trouxe em todas as campanhas esse toque de humor.

Elio Dilburt, Gerente de Marca Neosaldina – Takeda: A gente inovou em 2012, Neosaldina ousou em trazer o Paulo Pamonha que é um ícone irreverente, ele está de novo em 2013, ele vai ser muito irreverente, ele vai trazer o tom de humor que a gente precisa porque ele vai continuar dançando a dança da bundinha.

Renato Suzuki, Gerente de Grupo de Categoria – Takeda: Pra vender pamonha,  a nada melhor do que fazer a dança da bundinha.

Laís Rosin, Diretora de Marketing OTC– Takeda: Olha a pamonha, tá quentinha.

Fernando Campos, Sócio-Diretor de Criação – Santa Clara: Dança da pamonha balança a budinha.

Paulo de Melo, Ator: Em cima, embaixo chega requebrando que eu vou raspando o tacho.

Ficha Técnica
Anunciante: Nycomed Pharma Ltda (a Takeda Company)
Produto: Neosaldina
Agência: Santa Clara
Título: Casa
Direção de Criação: Fernando Campos e Sergio Lobo.
Criação: Fernando Campos, Sergio Lobo, André Pessoa, Maso Heck
Produção de RTV: Maite Magoga e Thieny Prates
Planejamento: Ulisses Zamboni, Marilia Barichello,Larissa Berbari e Danilo Lima
Mídia: Marcio Zorzella, Andrea Weiss
Atendimento: Janaina Luna, Mariane Preti e Andréia Putini
Produtora/imagem: O2 Filmes
Direção: Luciano Moura
Direção de fotografia: Ricardo Della Rosa
Atendimento/Produtora: André Gustavo / Rejane Bicca
Animação: O2 Filmes
Montagem: Renato Gaiarsa
Pós-Produção: O2 filmes
Produtora/áudio: Tentáculo
Cantora/Locutora: Renata Leao
Aprovação: Laís Rosin, Renato Suzuki, Elio Dilburt, Daniela Garcia e André Martins.

Redes Socias

Mais imagens:

  • http://twitter.com/danielrodceara Daniel Ceará

    Poxa que legal esse canal, virei fan desse canal pois os bastidores é algo que sempre fica na curiosidade de quem gosta de mídia, valeu a descoberta.

clomid

Newsletter

Seu conteúdo | Nossa distribuição