Fórum Big Festival

Comentários

Profissionais falam sobre o futuro do setor de games no Brasil.

Transcrição

Eliana Russi, Diretora Executiva – BIG Festival: O BIG Festival é o primeiro festival totalmente dedicado para game independente na América Latina, significa Brazilian International Game Festival.

Ale Machado, Organizador – BIG Festival: O Brasil ele é um grande mercado do ponto de vista do consumo. Ele era colocado em 4° lugar em algumas pesquisas e recentemente ele tem sido colocado em 3° lugar. Por outro lado, do ponto de vista de desenvolvimento, o Brasil produz menos de 0.5% do que é produzido de games no mundo.

Eliana Russi, Diretora Executiva – BIG Festival: A gente tem cerca de 200 jovens por ano sendo formados em desenvolvimento de game. Eles estão entrando na cadeia do audiovisual, empresas de animação, estúdios, estúdios de publicidade, alguns estúdios de games.

Glaubert Oliveira, Co-Fundador – Petit Fabrik: Os brasileiros são conhecidos por ser um povo criativo, então eu acredito que existe uma grande oportunidade pra gente como desenvolvedores, trabalhar nesses novos conceitos e dar a cara que o Brasil merece em termos de jogos.

Vitor Leães, Produtor – Swordtales: Pelo o que eu tenho visto, as Publishers, as grandes distribuidoras ao redor do mundo estão aumentando muito o interesse no mercado brasileiro.

Tali Goldstein, Produtora – Minority Media: É quase absurdo ter um consumo tão grande de jogo num país que não produz os seus jogos e não é porque eles não tem capacidade, porque aqui o material que criativo e técnico é muito bom, mas falta organização, falta networking.

Guilherme Mazzaro, Desenvolvedor de Jogos – Behold Studios: Não tem obstáculos, por exemplo, se você quer fazer um jogo, tem a internet aí e a internet tem basicamente todas as informações que você precisa e mais ainda, mais do que você precisa. Tem as outras pessoas que estão disponíveis pra ajudar, tem as pessoas que estão ali constantemente tirando dúvidas, é só não colocar obstáculo. O obstáculo é só você mesmo.

Marcelo Lopes, Artista – Tawstudio: Uma dica inclusive pra quem está começando, o mercado de web não é muito comentado, não é muito explorado por brasileiro, porque é um mercado internacional, mas você consegue fazer jogos mais rápidos, consegue ter o seu jogo patrocinado por um preço de licença que você vende e é um bom caminho sim.

Melina Manasseh, Diretora Executiva – BIG Festival: O setor de entretenimento, ele hoje rende muito mais do que todo mercado de TV e cinema, então assim, se o Brasil não olhar pra isso como industria, a gente vai ficar muito atrás, a gente vai continuar consumindo enlouquecidamente não produzindo nada com a nossa cara, então assim, a gente tem que olhar pra isso com muito cuidado.

clomid

Newsletter

Seu conteúdo | Nossa distribuição